O que vou contar agora se passou numa noite de muita festa, tudo começou quando fui ver o show de uma dupla sertaneja aqui em minha cidade no interior de sp, e como em todos os shows desse tipo o que mais se encontra são lindas mulheres e muitas delas dispostas a tudo pra se divertir naquela noite principalmente =epois de uns copos de cerveja e foi isso que aconteceu

Já durante o show fiquei na area vip e la garota estava na minha frente uma delas era uma morena de pele clara cabelos pretos lisos e compridos até o meio das costas, de mais ou menos 1,65m de altura, corpo normal e cheios de curvas e usava um vestido todo solto branco com estampas em preto, no agito do show ela já alterada por causa da bebida rebolava em minha frente virada de costas pra mim e em certa hora começou a vir pra tras em minha direção, eu não sai do lugar e foi nessa hora que comecei a sentir ela rebolar a bundinha macia dela em mim, não teve como segurar em alguns minutos sentindo aquela bunda macia rebolando meu pau já estava duro, e foi ai que ela sentindo meu pau passando na bunda dela e encaixando bem no meio de seu rego que ela rebolava ainda mais se mostrando tb para o segurança de frente com o palco

O show foi continuando cada vez mais animado, a naquele mesmo esfrega esfrega as vezes em mim outras no segurança um negro da mesma altura dela e malhado. depois de um tempo apareceu outra garota, essa uma loira de cabelos no ombro, um pouco mais gordinha que a maorena usando calça jeans e blusinha de alcinha preta bem decotada e com aproximadamente 1,70m de altura e com bunda e seios grandes, seios inclusive que apareciam quase todo por causa do decote de sua blusinha.

A loira tambem um pouco embriagada estava virada de frente pra mim e rebolava até o chão e cantava apontando pra mim, e assim foi durante todo o show. já no final perdi a garota loira de visão pois estava segurando a morena já cambaleando em cima de mim. O show acabou e ela não falava coisa com coisa estava sem rumo e pedia pra leva-la pra casa que ela morava ali perto, passei o braço dela por cima de meu ombro e segurandoa pela cintura fui caminhando pra parte de tras do recinto onde havia acontecido o show, e naquela região alem de alguns predios de estudantes havia muitos terrenos vazios alguns com muito mato, como ela não aguentava andar e eu já estava exausto de carrega-la resolvi me aproveitar da situação e entrei num desses terrenos onde tinha uma area de terra dos fundos com um mato cobrindo a frente numa rua pouco movimentada.

Deitei ela no chão e comecei a tirar minha roupa já com meu pau duro de novo, sentei do lado dela e peguei na mão dela levando até meu pau fiz ela segurar e ajudando com minha mão fiz ela me masturbar com aquelas mãos pequenas e macias enquanto eu passava a mão em suas coxas, apertando e alisando por toda sua coxa e virilha até perto de sua buceta que toquei de imediato pois ela estava sem calcinha. Aquilo me excitou mais percebendo que era uma putinha pronta pra da a buceta a qualquer hora, então me deitei sobre ela abrindo com facilidade as pernas dela que estavam moles, encostei meu pau na entrada da buceta dela que estava enxarcada, e enquanto passava a mão nos cabelos e rosto dela dei uma estocada só enfiando todo meu pau na buceta dela.

Ela se contorceu toda e soltou um gemido, tirei as alças do vestido dela e abaixei deixando os seios dela a mostra me debrucei de leve sobre ela e comecei a chupar seus seios médios firmes e redondos de pele macia e bicos durinhos, enquanto metia meu pau na buceta enxarcada lisinha e apertada que ela tinha, pegava forte nos seios dela e chupava, mordia os bicos fazendo ela gemer alto , meu pau de 20cm enchia aquela bucetinha e latejava dentro dela enquanto eu metia forte e bem fundo então, apoiei minhas mãos no chão e comecei a meter mais forte e rápido ela começou a gritar de prazer e falava que era pra foder ela mesmo que ela adorava dar a buceta e o cuzinho.

De repente ouvi um barulho e quando vi do meu lado estava de pé o segurança do show, falando que também queria provar daquele filé e já tirando as calças mostrando seu pau tambem de grande tamanho, ela continuava mole, então me virei deixando ela em cima de mim e erguendo o vestido peguei na bunda dela apertei e falei mete no rabo dela negão e vamos ver se ela agüenta dois de uma vez.  Ela ouvindo disse q aquilo já era estupro, dois juntos não dava, o negão já agachado atrás dela deu uns tapas na bunda dela que soltou um grito de dor e logo ficou avermelhada.

O negão já na posição colocou o pau dele na entrada do cuzinho dela e me pediu pra segura-la, eu então abraçando ela enquanto metia meu pau na buceta =ai o negão forçando o pau grosso dele no cuzinho da morena que começou a gritar de dor, mas ele continuou e foi penetrando até que já estava todo dentro começou a dar estocada no cuzinho dela segurando-a pelos cabelos enquanto a morena gritava de dor. Nós dois continuamos e meter nela num ritmo frenético de vai e bem sincronizado na buceta e no cu da morena que depois de uns minutos já gemia e dava gritinhos de prazer e sem forças.

Continuamos metendo por alguns minutos, estávamos todos suados por causa do calor e das metidas fortes e rápidas na morena, a buceta dela estava vermelha de tanto que eu metia, o seu cuzinho todo aberto pelas estocadas do negão que ia fundo e enchia aquele cu com o pau dele. Continuávamos fortes nas estocadas e bem fundo, o negão dava tapas na bunda dela já vermelha enquanto eu apertava e chupava os seios dela macios e redondos, mas eu já estava pra gozar então pedi pro negão sair de cima dela, nisso coloquei ela já sem forças quase desmaiada deitada no chão com as pernas abertas, e junto com o negão começamos a gozar em cima dela enchendo o corpo dela de nossas porras quentes e grossas, gozamos tanto q ela ficou toda =elada de esperma e antes de ir ainda me abaixei do lado dela e a beijei na boca longamente sentindo os lábios carnudos macios e bem definidos dela, então me levantei me vesti e me despedi do segurança que também já ia embora com medo de alguém ter visto e e deixamos ali sem medo que ela lembrasse de algo e fizesse alguma denuncia.