Como eu ja havia dito eu voltei a pegar a Mari e sua mãe Bia, desta vez eu ja estava com 18 anos, Mari ja com dezesseis e agora com uns peitinhos maiores, abundinha tb maior redondinha e ainda mais arrebitada e sua mãe q devia ter uns 40 anos, mas ainda muito gostosa e bem cuidada…

Tudo aconteceu numa noite de sexta após a aula, naquela noite meu amigo Ruan ia ficar com uma garota num lugar perto da casa dele e eu teria q enrolar a mãe dele por um tempo, então fui até a casa de meu amigo e quando ia chegando encontrei Mari, nisso ela me perguntou sobre o irmão e disse q a mãe deles tava esperando, eu então disse o que tava acontecendo, então Mari me chamou pra irmos numa pracinha perto da casa dela pra conversar, era um lugar escuro sem movimento.

Chegando la sentamos em uns bancos de concreto q eram compridos e largos, sentamos e ela começou a fazer perguntas

– O que sera q eles estão fazendo?

– Voce sabe o q eles estão fazendo

– Ele deve ta fazendo uma boquete.

Nisso senti q Mari começava a passar a mão no meu penis por cima da calça, de imadiato fiquei excitado, ela então pegou mais forte e disse

– Não acho justo ele lá na boa e vc aq

Então Mari enfiou a mâo dentro de minha calça e puxou meu pinto pra fora e começou a chupar, chupava ele todo até a base e com movimento circulares e rapidos

– hummmmmmmmmm aaaaaaaaaa

– Havia esquecido como seu pau é bom e agora ta mais grosso

– E vc continua chupando muito bem

Ela então parou de chupar e se deitou no banco com as pernas abertas…

– Vai mete em mim este caralho grosso

Puxei seu shortinho e vi sua buceta muito gostosa, e cai de boca nela, comecei a chupar o gozo q ja escorria de dentro dela…

– Aiiiiiiii ta gostoso… mas mete logo

Parei de chupar e meti meu pau com força dentro da Mari, meu pau entrou facil e foi até o fundo da buceta dela que gemeu alto

– Aaaaaaaaaaaa isso mesmo

– Agora quero rapido e forte e eu prontamente atendi

Bombava forte dentro da buceta dela molhada de tesão, meu pau entrava e saia com facilidade e eu forçava mais com rapides

– Vai goza, vaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

– Eu vou gozaaaaaaaaaaaaaaaa

– Meteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

Acelerei as estocadas e Mari se segurava no banco, meti forte até encher sua buceta de porra… e nquanto ela lambia a porra q saia de sua xana ouvimos sua mãe gritando pelo meu amigo e por Mari Então eu fui falar com a Bia, contei q meu amigo tava ficando e q a irmã estava encobrindo…

– Estes dois aprenderam bem com mãe não acha

– Com certeza

Ela então começou a gemer e eu perguntei se tinha algum problema, Bia então disse q fazia tempo q ñ ficava sozinha daquele jeito e que tava a meses sem dar o cuzinho dela, e me empurrou no sofa, ela era rapida e em minutos ja me masturbava. Então se virou e sentou no meu pau q entrou gostoso no cu dela, ela começou a pelar em cima do meu pau…

– Hummmmmmmmmmmmmmm gostosoooooooooooooooo

– Aiiiiiii q grossoooooooooooooooooooooooooo

– Vai mete, mete, mete aaaaaaaaaaaaaaaaa

Ela então se jogou no meu corpo, eu comecei a pegar em seus seios e a massagea-los enquanto metia forte em seu cu ja bem abertinho q proporcionava movimentos rapidos, comecei a masturbar o clitoris de Bia com uma das mãos, enfiei dois dedos em sua xana e estimulava o clitoris com o polegar enquanto massageaa seus seios com a outra mão…

– Hummmmmmmmmmmmmmmmmm

– óoooooooooooooooooo

– Vou goza, mete mais q vou gozaaaaaaaaaaaa

Dei uma ultima estocada nela e comecei a fazer movimentos circulares no fundo do cuzinho dela fazendo nós dois gozarmos juntos

– Aaaaaaaaaaaaaaaaaa hummmmmmmmmmmmm

– Que gostosooooooooooooooooooo

Depois disso ainda ficamos ali nos acariciando até seus filhos chegarem…