Continuação final da trilogia de contos Suruba animal parte 1 e Suruba animal parte 2… Leiam a 1ª e 2ª partes para entenderem esta! Eu então digo que ainda falta algumas configurações a serem feitas e que não levaria mais de 15 minutos… nisso Julia resolve tomar seu banho, ela se levanta da cama toda dolorida e mal conseguindo andar direito, neste momento meu cacete volta a ficar feito pedra ao ver q por suas coxas deliciosas escorria porra e sangue daquela foda animal… ela entra no banheiro e eu a sigo tentando uma ultima metida em sua xana, mas ela havia trancado a porta…

Passado 15 minutos ela sai do banho e se deita na cama completamente nua e toda molhada, aproveitando para se refrescar do calor e para se recompor da foda q ela havia sofrido, eu reiniciava o micro dela para finalizar as configurações e ja me preparava para ir embora, tudo confirmado, desligo o computador e vou falar com ela q ja estava tudo certo… ela então me pergunta quando e como ela podia me pagar, e eu sem pensar e olhando pra seu cuzinho ainda aberto pela arrombada do cao digo q ela poderia me pagar deixando eu comer sua bundinha, ela me responde q poderia ser mas em outro dia, pois ela ñ aguentava mais nada, então concordei e disse que cobraria ela em outro dia…

Mas eu não estava resistindo, então tirei meu penis novamente pra fora e quando ela menos esperava eu ja estava em cima dela posicionando a cabeça do meu pau em seu cu…ela reluta pedindo pra eu parar e vir outro dia, eu então falo que ia ser naquela hora mesmo e começo a enfiar o meu cacete no cuzinho dela, sem dificuldade devido a abertura q ele ja estava eu enfio meu penis todo nela, nisso Julia começa a chorar e me pede pra que eu seja rapido…

Isso foi o sinal verde pra que eu metesse com firmeza em seu rapo ainda molhado do banho… começo a estocar, um vai e vem frenético com força toda pra dentro dela, por algumas vezes tiro totalmente minha pica pra fora e meto novamente com rapidez fazendo Julia critar de dor e prazer, continuo metendo, e metendo cada vez + em meio a gemidos de tesão e choros de dor, me debruço sobre seu corpo estirado na cama e soco com mais força e rapidez o meu cacete no cu dela , neste momento começo a gozar em seu rabo, deixando ela novamente melada então vou enbora deixando-a exausta na cama e lembrando ela q sempre que precisasse de algum favor era só me chamar em casa… espero que tenham gostado, por que eu gostei!